Assine a nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade

resfriamento-frutas-e-hortalicas

Saiba como garantir o resfriamento correto de frutas e hortaliças em câmaras frias

O resfriamento de frutas e hortaliças é fundamental para garantir a conservação dos produtos e reduzir a atividade biológica. Entenda o processo e como aplicá-lo!

Optar pela realização do resfriamento de frutas e hortaliças após a colheita é fundamental para que elas consigam reduzir suas atividades biológicas e se mantenham conservadas por mais tempo, evitando assim um alto desperdício desses produtos.

O uso do frio é fundamental para conseguir esse nível de durabilidade. Quando removidas do solo, as frutas e hortaliças continuam respirando e transpirando como qualquer outro ser vivo. Sem o contato com a água e o solo, elas precisam de um jeito de sobreviver utilizando sua própria reserva energética.

Na prática, quanto maior for a temperatura, mais elevado é o consumo de energia que frutas e hortaliças precisam, pois há um grande esforço para conseguir respirar. Logo, o resfriamento aliado ao isolamento térmico é capaz de retardar o processo de consumo energético.

Quais as vantagens de fazer o resfriamento de frutas e hortaliças?

Como pudemos ver até agora, fazer o resfriamento de frutas e hortaliças ajuda na conservação dos produtos por mais tempo. É por essa razão que, esses produtos costumam ficar em ambientes com temperatura controlada ou mesmo refrigerado para garantir sua dureza em toda sua cadeia de produção, fato que responde o motivo de frutas e hortaliças apresentarem maior durabilidade no deslocamento dos locais de plantio até as prateleiras dos mercados do que nas fruteiras de nossas casas.

O isolamento térmico nesse contexto é bastante importante para garantir que não haja entrada de calor nos ambientes refrigerados. Com isso, é possível minimizar a perda de água do vegetal, ou seja, ele acumula mais energia, e também é possível diminuir a atividade de microrganismos que se proliferam em temperaturas mais altas e não sobrevivem em ambientes mais frios.

Por que fazer o resfriamento de frutas e hortaliças?

Estima-se que a temperatura é responsável por 70% da conservação de frutas e hortaliças, logo, garantir seu resfriamento e também um ambiente que impeça a entrada de calor já é um grande passo para assegurar a qualidade dos produtos.

No entanto, é importante ter em mente que cada fruta e hortaliça possui uma temperatura ideal para garantir uma boa conservação e que devem ser mantidas para que os produtos não sejam prejudicados.

Por essa razão, é importante garantir que o resfriamento de frutas e hortaliças aconteça de forma segmentada, separando em salas frias as de mesmo grupo que mantém sua qualidade a temperaturas idênticas. São elas:

  • de 0ºC a 1ºC: maçã, pêssego, uva, alho, alface, aspargo, cenoura, beterraba, morango, entre outros;
  • de 3ºC a 8ºC: laranja, vagem e mexerica;
  • de 10ºC a 14ºC: limão, banana, pimentão, mamão, pepino, manga, entre outras.

Como manter o resfriamento de frutas e hortaliças?

A melhor maneira de conseguir conservar frutas e hortaliças no seu armazém é investir em câmaras frias para separar os produtos e criar uma barreira que impeça a entrada de calor no interior dos ambientes.

Para isso, é importante investir em equipamentos que tenham alto potencial de isolamento térmico, pois dessa forma conseguem garantir o resfriamento de frutas e hortaliças.

As portas rápidas são equipamentos que não podem faltar em uma câmara frigorífica, pois elas conseguem garantir o condicionamento térmico, já que são verdadeiras barreiras para evitar troca de temperatura entre ambientes.

Com uma porta rápida industrial ainda é possível contar com alto nível de vedação, o que não só permite a mudança climática, como também a entrada de microrganismos causadores de doenças. A seguir, entenda mais a fundo como as portas rápidas podem ajudar no resfriamento de frutas e hortaliças.

Portas rápidas industriais da RAYFLEX

Com mais de 30 anos de atuação, a Rayflex é referência em portas rápidas e, para o resfriamento de frutas e hortaliças, disponibiliza em seu portfólio dois modelos especializados: a Frigoiso e a Frigomax.

Os dois modelos de porta rápida foram desenvolvidos para suportar temperaturas baixas, que podem chegar até -30ºC e possuem velocidade de abertura ultrarrápida, evitando a troca de ar com o ambiente externo e, assim, a perda de frio na câmara.

Além disso, as duas portas permitem abertura e fechamento ilimitado, sistema degelo que evita o acúmulo de gelo nas portas e tecnologia de auto reparação em casos de colisões e acidentes de veículos contra a lona da porta.

Ficou curioso e quer saber mais sobre os nossos modelos de portas rápidas para garantir o resfriamento de frutas e hortaliças no seu negócio? Entre em contato agora mesmo com um de nossos consultores e solicite um orçamento.

3 thoughts on “Saiba como garantir o resfriamento correto de frutas e hortaliças em câmaras frias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política de privacidade