Assine a nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo

Qual a importância da segurança em frigoríficos?

Qual a importância da segurança em frigoríficos?

Segundo o Observatório Digital  de Segurança do Trabalho, entre o ano de 2012  e 2018 foram contabilizados 17.200 falecimentos em decorrência de algum incidente ou doenças relacionadas à atividade laboral. Ainda segundo o relatório, estima-se que a cada 49 segundos, neste mesmo período foram registrados 4.7  milhões de incidentes.

Em frigoríficos as portas rápidas são consideradas formas de promover  a segurança dos trabalhadores. Continue lendo e saiba mais sobre essas e outras dicas que podem deixar a prática laboral desses trabalhadores ainda mais segura e eficiente. 

Principais pontos de atenção para segurança em frigoríficos

Assim como em qualquer  indústria, em frigoríficos também existem riscos inerentes ao exercício das atividades.

A exposição ao frio é um dos principais desafios de quem trabalha diretamente em câmaras frias,  por isso, o uso de equipamentos de proteção é indispensável para o trabalho seguro de profissionais que trabalham neste ambiente.

É imprescindível que o funcionário faça uso de EPIS como luvas de isolamento térmico, botas isolantes etc – a empresa que não  fornece tais materiais pode ser considerada insalubre. Caso o funcionário se recuse a usar tais equipamentos, deve ser advertido verbalmente e se for o caso  deve ser aplicada a advertência por escrito.

O funcionário que faz uso de equipamentos inadequadamente tem maior chance  de desenvolver doenças ocupacionais como:

  • Fenômeno de  Raynaud: alterações  em que o corpo e outras áreas do corpo podem ficar dormentes e frias;
  • Hipóxia: diminuição do oxigênio que leva o profissional a quadros de sonolência, fadiga mental e muscular;
  • Frostbite: congelamento da epiderme;
  • Ulcerações: o tecido da pele fica danificado em decorrência do frio excessivo.

Os movimentos repetitivos em pouco espaço de tempo também podem ser o motivo de   doenças ocupacionais, se for este o caso, é importante a conscientização a respeito de postura adequada e alongamento periódico. 

Muitas empresas acabam esquecendo que os acometimentos profissionais não se dão apenas no contexto físico da saúde do trabalhador.  Em 2019, a Organização Mundial da Saúde incluiu a Síndrome Burnout – também conhecida como Síndrome do Esgotamento Profissional – na classificação internacional de doenças.  Uma das razões que motiva o aparecimento da Síndrome é justamente a cobrança exaustiva por produtividade no trabalho. Segundo o ISMA, o Brasil ocupa o 2º lugar em nível de estresse e a síndrome afeta mais de  milhões de brasileiros.

Garantir a temperatura adequada e conservação dos alimentos em câmaras frigoríficas é uma tarefa que deve ser acompanhada com rigorosidade. As portas rápidas podem ser aliadas a este objetivo.

As portas rápidas frigoioso, são portas para câmaras frias que são confeccionadas com materiais preparados para manter e evitar a troca de temperatura dos ambientes.

Aproximadamente 547 mil (15%) dos acidentes de trabalho entre 2012 e 2018 foram causados por contusões e esmagamentos. As portas frigoiso da Rayflex são inofensivas aos operadores, pois possuem a lona totalmente flexível e sem barras metálicas, as portas rápidas para frigoríficos evitam este tipo de acidente e ainda evitam  gastos com manutenção. Em caso de colisões as lonas  são restabelecidas automaticamente sem necessidade de intervenção humana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *