Assine a nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade

Como-garantir-a-temperatura-de-uma-câmara-frigorífica-

Como garantir a temperatura de uma câmara frigorífica?

Garantir a temperatura de uma câmara frigorífica é fundamental para a eficiência logística de sua indústria. Saiba como a Rayflex pode ajudar.

Controlar a temperatura de uma câmara frigorífica é uma das principais tarefas que a indústria precisa garantir. Seja para a segurança dos colaboradores ou para a conservação dos produtos, qualquer descuido pode ocasionar em grandes acidentes e prejuízos.

No geral, esses ambientes são muito utilizados para o armazenamento de alimentos, como carnes, frutas e hortaliças, produtos químicos que exigem um alto grau de controle de temperatura e insumos farmacêuticos, como vacinas, remédios e soros.

Pensando em toda a cadeia logística, um bom gerente do setor conhece as particularidades dos produtos que ali estão, portanto, podemos considerar que as câmaras frigoríficas são locais chaves para a eficiência de suas estratégias.

No entanto, para assegurar que a temperatura de uma câmara frigorífica não sofra alterações, é fundamental contar com equipamentos que apresentam essa característica, como é o caso das portas rápidas da Rayflex, que funcionam como verdadeiras barreiras que permitem o isolamento térmico.

Por que é importante controlar a temperatura de uma câmara frigorífica?

Após a chegada da Pandemia ocasionada pelo Covid-19, os cuidados nos mais diversos setores da indústrias precisaram ser redobrados para evitar que os colaboradores sejam contaminados. Nas câmaras frigoríficas, também chamadas de câmaras frias, não foi diferente. No entanto, esses casos estão mais relacionados a falta de higienização do que propriamente na temperatura de uma câmara fria.

O grande risco nesses ambientes está justamente na perda de temperatura, que pode ocasionar na degradação, contaminação e desperdício de diferentes materiais e mercadorias. Por menor que ela venha a ser, essas oscilações térmicas poderão comprometer diretamente na qualidade de cada produto através da contaminação cruzada.

Isso porque as baixas temperaturas restringem ações químicas, enzimáticas e microbianas, ou seja, evitam que ocorra a proliferação de agentes que podem contaminar os produtos. No caso de queijos, frutas e carnes, pode ocorrer o surgimento de bolor e mofo.

Além disso, as infiltrações também podem ocorrer, o que afeta não só na qualidade das mercadorias, mas também nas questões econômicas de sua indústria devido ao aumento dos custos, já que ocorrerá um aumento do consumo de energia e manutenções serão necessárias.

Como evitar a perda de temperatura de uma câmara frigorífica

Como pudemos ver, a perda de temperatura de uma câmara frigorífica é um fator que pode ocasionar diversos prejuízos, tanto de materiais quanto econômico. Tanto para o modelo de refrigeração, que realiza a proteção de produtos entre 0ºC e 18ºC quanto para o de congelamento, que faz o armazenamento em temperaturas negativas, é fundamental seguir as seguintes dicas para não evitar os prejuízos:

1. Realizar a manutenção preventiva do sistema de refrigeração

O sistema de refrigeração precisa estar em perfeito funcionamento para garantir que não esteja ocorrendo a troca de temperaturas nesses ambientes, vazamentos ou outros tipos de defeitos. Portanto, manutenções devem ser feitas periodicamente para evitar que o local não fique sem funcionar por longos períodos para manutenção.

2. Garanta um layout apropriado

Dentro de uma câmara frigorífica, é importante conter espaços livres para que os processos sejam mais ágeis, e os produtos fiquem bem distribuídos pelo ambiente e com fácil acesso. Vale ressaltar que não se deve acumular estoque em uma câmara fria, já que exceder a capacidade ocasiona em desgastes e falhas no sistema de refrigeração.

3. Invista em equipamentos isolantes térmicos

Câmaras frias que não são bem projetadas e que possuem equipamentos estruturais sem potencial térmico são os principais responsáveis pelo seu mau funcionamento. Para evitar que isso ocorra, é importante fazer a escolha dos melhores componentes e tanto as portas quanto as paredes devem ser isolantes térmicos.

4. Evite manter as portas abertas por muito tempo

Por ser um local responsável pela armazenagem de mercadorias, pode ocorrer muita movimentação de colaboradores e assim o ambiente fica um tempo considerável aberto.

Ao utilizar portas comuns, muitas vezes na correria pode ocorrer do funcionário não lembrar do seu fechamento, o que ocasiona em infiltrações e contaminações. Para estes casos, a solução correta é utilizar portas rápidas automáticas, que possuem tempo de abertura e fechamento bem rápidos.

5. Utilize as portas rápidas da Rayflex

Com mais de 30 anos de experiência, a Rayflex é líder no mercado de portas rápidas para os mais diversos segmentos. Se tratando de câmaras frigoríficas, disponibilizamos três modelos – Frigoiso, Frigomax e Frigo M2– que possuem alto grau vedação, impedindo que ocorra a entrada de calor e impurezas no ambiente.

Além disso, nossas portas são feitas sob medida, possuem fácil higienização e diversas opções de acionamento, todos automatizados:

  • Botoeira;
  • Sensor de movimento;
  • Puxador;
  • Controle remoto;
  • Laço de indução.

Ficou interessado em saber mais sobre nossos modelos de portas rápidas e como podemos ajudar a sua indústria a garantir que não ocorra a perda de temperatura de uma câmara frigorífica? Entre em contato agora mesmo com um de nossos consultores.

Política de privacidade