PORTAS RÁPIDAS NA INTRA LOGÍSTICA TORNAM SUA EMPRESA MAIS COMPETITIVA

O nome dado ao processo de logística interna da movimentação e armazenagem dos produtos de uma empresa é intralogística. Ela não é tão conhecida como a logística do gerenciamento de rotas, transporte e entrega de produtos. No entanto, sem essa parte da estratégia todo o trabalho de uma empresa pode ficar comprometido.

Ter atenção à intralogística é importante para alinhar os fluxos de materiais e informações, garantindo que ela otimize, automatize, integre o fluxo dos bens em um centro de distribuição, galpão logístico ou depósito.

Para manter a eficácia das operações é preciso ter à disposição tecnologias de manuseio e armazenamento, que incluem sistemas de automação interna e portas-rápidas, por exemplo. O investimento na armazenagem e movimentação intralogística reduz os custos da operação e torna sua empresa mais competitiva, já que acelera o tráfego dos produtos.

Muitas empresas do ramo logístico não se atentam aos benefícios que as estruturas de armazenagem podem trazer ao seu negócio. No geral, quando resolvem investir em uma estrutura de armazenagem desconhecem aspectos importantes como características, aplicações, vantagens e desvantagens que elas podem trazer.

As portas-rápidas que atendem os centros de distribuição e galpões precisam ter tecnologias que garantam sua integridade mesmo com uso intensivo, que suportem variações climáticas e ainda que tenham acionamento prático, velocidade rápida e garanta a segurança dos funcionários que atuam no manuseio e transporte dentro da empresa. Além disso, o custo de manutenção também é importante e precisa ser considerado na escolha das melhores soluções.

Atualmente as empresas estão optando por trocar portas pesadas por portas rápidas de lona, que possuem abertura e fechamentos automáticos e são desenvolvidas para elevados ciclos de abertura e fechamentos. Ao escolher uma porta rápida, já que o principal objetivo da substituição é reduzir os custos de manutenção, é importante atentar-se ao tipo de tecnologia que ela oferece.

Existem diversos tipos de guias disponíveis nas portas rápidas (guias são as laterais das portas, por onde desliza a lona ao abrir e fechar), mas para obter-se o mínimo de manutenção e desgaste, é importante que essas guias sejam lisas e não contenham dentes. Isso porque ao receber impacto acidental de carrinhos e empilhadeiras, a lona da porta deve se soltar nas laterais e se encaixar novamente de forma automática, por isso a guia lisa e sem dentes não oferece risco de quebra e/ou danos. Outra função muito importante que uma porta rápida deve contemplar é a dupla reparação automática, funcionando nos dois sentidos de transito, ou seja, a porta deve se reestabelecer ao sofrer a colisão de um veículo esteja ele entrando ou saindo do ambiente.

Tendo em sua empresa essa tecnologia, você garante o bom funcionamento da sua intralogística e ganha competitividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *